História, Organização e Visão da CEO

A VISÃO DA CEO

CEO – IGREJA EM CÉLULA

INTRODUÇÃO
- A visão que Deus tem dado hoje para a CEO é resultado de campanhas de oração por um avivamento na CEO. No retiro espiritual de 2004 Deus nos despertou para voltarmos à primeiras obras, que este era o momento de Deus para CEO, uma vez que em outros períodos houve a tentativa da implantação desta visão.
- A CEO/Baependi vinha trabalhando anos atrás com Grupos Familiares, como no princípio da criação da CEO. Não diferindo muito da visão Celular, pois a ministração dos cultos é da mesma forma. O que difere é em questão das metas. Na época não tínhamos metas de crescimento. O que acontece com as células.
- Neste período o Pr Márcio e o Pr Donizétti (Fundadores do Ministério), começaram a conhecer melhor a estrutura de Igreja em Célula, por observar o crescimento de outros Ministérios. No final de 2004 começou, então, o processo de celularização a partir da CEO/Baependi estendendo após para as demais igrejas da CEO. Neste processo a Diretoria da CEO conhece a Igreja Evangélica Ágape de Ubatuba, que também é uma igreja em célula, estabelecendo uma união de amor entre os dois ministérios e a Igreja Ágape, através de seu líder o Apóstolo Alexandre, se dispõe a nos ajudar nesta transição não só nos instruindo como liberando vagas à CEO para enviar seus membros ao Encontro. Após, uma equipe liderada pelo Apóstolo veio até nós para ministrar o nosso primeiro Encontro.
- A implantação leva tempo, gastando de 5 a 7 anos, conforme instrui o livro “A Igreja em Célula” do autor Pr Larry Stockstill cujo livro foi utilizado como fonte de pesquisa para o processo de celularização da CEO.
- Para isto a Igreja precisa estar preparada para a Colheita e para a Oposição...
- Preparada e bem estruturada em sua organização, senão será atropelada pelo próprio crescimento.
- Requer mudanças – o que de modo geral ninguém está disposto a mudar – por isto é necessário apagar da memória conceitos antigos.
- A estrutura da Igreja em Células não é algo novo. As Células estão na Bíblia.
- Exemplos de Células na Bíblia:
. Moisés no Deserto: 
Quando Jetro viu tudo o que Moisés estava fazendo, perguntou: —Por que você está agindo assim? Por que está resolvendo sozinho os problemas do povo, com todas essas pessoas em pé ao seu redor, desde a manhã até a noite?  Moisés respondeu: —Eu tenho de fazer isso porque as pessoas vêm falar comigo para saber o que Deus quer.  Quando duas pessoas têm uma questão, elas vêm falar comigo para que eu resolva quem está certo. E explico os mandamentos e as leis de Deus a todos.  Então Jetro disse: —O que você está fazendo não está certo.  Desse jeito você vai ficar cansado demais, e o povo também. Isso é muito trabalho para você fazer sozinho.  Agora escute o meu conselho, e Deus o ajudará. Está certo que você represente o povo diante de Deus e também que leve a ele os problemas deles.  Você deve ensinar-lhes as leis de Deus e explicar o que devem fazer e como devem viver.  Mas você deve escolher alguns homens capazes e colocá-los como chefes do povo: chefes de mil, de cem, de cinqüenta e de dez. Devem ser homens que temam a Deus, que mereçam confiança e que sejam honestos em tudo.  Serão eles que sempre julgarão as questões do povo. Os casos mais difíceis serão trazidos a você, mas os mais fáceis eles mesmos poderão resolver. Assim será melhor para você, pois eles o ajudarão nesse trabalho pesado.  Se você fizer isso, e se for essa a ordem de Deus, você não ficará cansado, e todas essas pessoas poderão ir para casa com as suas questões resolvidas.  Moisés aceitou o conselho de Jetro  e escolheu homens capazes entre todos os israelitas. Ele os colocou como chefes de mil, de cem, de cinqüenta e de dez. Eles sempre julgaram as questões do povo, resolvendo as mais fáceis e trazendo para Moisés as mais difíceis.” (Êxodo 18:14-26 NTLH). 
. Igreja Atos: - At 5.42 (no Templo e nas Casas).
. Nas Espístolas: Rm 16.5; I Co 3.16; 6.19, 17; Ef 2.20-22; Cl 4.15; Fl 1.2; I Pe 2.5; At. 2.46; 16.40.
. Jesus: além do templo priorizou um grupo menor (grupo dos discípulos: 12) e nas casas (Marta, Zaqueu, Publicano, Jairo etc).
- Se tem dado certo nas igrejas em todo o mundo, por que não vai dar certo na CEO?

OBJETIVO
- A Estrutura da Igreja em Células veio corrigir o problema das nossas igrejas referente à “entrar pela porta da frente e sair pela porta dos fundos”, ou seja, a inclusão e o desligamento de membros.
- Grupos menores são mais fáceis para o acompanhamento, com isto fecha a porta dos fundos. Isto foi verificado na Igreja Centro Mundial de Oração Bethany (do livro: Igreja em Célula) com índice menor de afastamento a cada ano;
- É o Evangelismo através das Células com base nos quatro propósitos:
Ganhar, Consolidar, Treinar e Enviar. (Escada do Sucesso na Célula)
- Célula tem dia, lugar e hora marcada (uma casa fixa).
- Tem meta para crescimento (data marcada para a multiplicação).
- A diferença da Igreja na Estrutura de Células pelo Sistema Convencional (Departamentos) é:
. No convencional o Pastor fica igual o malabarista de circo tentando manter os pratos girando.
. O pastor tenta equilibrar entre atender, agradar e satisfazer as necessidades dos departamentos, com preparação de sermões, atender sua família etc.
. Ajuda a acabar com as falhas através da distribuição de responsabilidades (responsabilidades divididas ex.: Moisés).
. No Convencional, o Pastor carrega tudo nas costas – começa bem as atividades, depois cansa e relaxa.
- Nas Células:
. Há distribuição das responsabilidades.
. A possibilidade de desenvolver um trabalho de equipe: para isto é preciso disposição, abrir mão de privilégios pessoais, e ter a preocupação de suprir as necessidades do próximo.
. Criar trabalhos extra igreja, como: projeto social – melhorar as condições da rua – ajudar a vizinhança – campanha de quilo de alimentos e outras atividades com o objetivo da evangelização alternativa.
- Nos capítulos 13 a 17 de João, Jesus nos dá alguns princípios de trabalho em equipe, como: servir – palavras de incentivo e consolo – melhorar a produtividade – proteger – orar.
 -    Pesquisas feitas em 1998 da Célula como um novo modelo mundial, obteve a seguinte estatística:
. Coréia do Sul: 750.000 membros, com 25.000 Células.
. El Salvador: 50.000 membros com 4.500 Células.
. Centro Mundial de Oração Bethany de 1993 a 1996 crescem 2.000 famílias a mais. (Dados do livro pesquisado, escrito em 1998).

VISÃO 
       Visão é ver além do que os olhos naturais podem enxergar. É ver além do comum e do óbvio.
Qual é a visão do Ministério CEO?
- “Anunciar a verdade que Liberta”, conforme Jo 8.32: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

Qual é a visão das Igrejas Locais?
- Fazer com que cada não cristão seja um cristão, que cada cristão membro seja um discípulo, que cada discípulo seja um ministro e líder frutífero. E ainda que cada casa seja uma Célula.
- Formar líderes para a multiplicação das Células, onde as novas vidas que o Senhor acrescentará a cada dia à Igreja sejam acolhidas e cuidadas.
- Líderes que saibam conduzir o grupo à adoração, ou edificação e ao evangelismo baseado nos 4 Princípios básicos segundo Pv 30. 24-28:
Propósito = Formiga (trabalha para juntar alimento para o inverno). Sem propósito perde-se a motivação.
Trabalho em Grupo = Arganaz ou Coelho (Habita nas frestas dos penhascos – tem senso de parceria: força – pequeno e desconfiado - a timidez é refugiada na maturidade do companheiro).
Oração = Gafanhoto (Exército da Oração). União na oração e jejum para destruir as fortalezas.
Invasão = Gecos, Lagartixa ou Aranha (Invadem até palácios – Se as almas não vêem, vamos até eles).

“A UNÇÃO DAS CÉLULAS ESTÁ NA VISÃO: SUBMISSÃO E ORAÇÃO”.

COMO CUMPRIR A VISÃO?
       A “Escada do Sucesso” é composta pelos 4 (quatro) propósitos básicos que determinam a visão. Esses degraus fundamentais são:
- GANHAR: Significa adquirir a posse de, conseguir, conquistar, alcançar, obter a vitória em, captar, atrair (“o que ganha alma sábio é.” Pv 11.30).
a) Conceito: é o processo por meio do qual evidenciamos nosso compromisso com a ordenança de Jesus para pregarmos as boas novas do Reino de Deus a todos os seres humanos.É o ide de Jesus a fim de salvar as almas e concretizar o objetivo supremo desta visão que é o desejo do coração de Deus (Tg 5.20).Quando uma pessoa aceita Jesus e se arrepende há uma grande festa nos Céus. Da mesma forma deve ser bem comemorado aqui também em nossas Igrejas (As instruções podem ser obtidas no livro “A Estratégia para o Crescimento da Igreja: Consolidação – MIR).
b) Como ganhar?: Estratégias, como: evangelismo pessoal (I Co 9.22), pela oração de conquista (orar pelo menos 30 dias pela conversão de alguém), através das células, dos cultos das redes, eventos e dos cultos de celebração na Igreja. Para ganhar almas duas coisas são importantes: Intercessão e Testemunho (Jo 4.28 e 29).
- CONSOLIDAR: Significa tornar sólido, seguro, cuidar, gerar, relacionar (I Co 4.15, Tg 1.18). É a responsabilidade de todos os salvos.
É a base do “ide” de Jesus.
a) Conceito: É ajudar o novo crente a se firmar na fé, em sua decisão por Cristo. É o cuidado e a atenção dispensada ao novo crente para reproduzir nele o caráter de Cristo, de maneira que sua vida cumpra com o propósito de Deus (Mt 28.19 e 20).
b) Para consolidar é preciso: Compromisso (assistir, ajudar e cobrir), União (ligar o novo crente a Cristo e ao Corpo), Intercessão (orar com ele e por ele), Dedicação (tempo e esforço a ele), Amor (motivação para cuidar dele) e Responsabilidade (cuidado, atenção, acompanhamento e crescimento).
c) Duas principais atitudes do consolidador: Compaixão (Is 6.8; Cl 3.17,23) e Amor (I Co 13.4-7).
d) Passos da Consolidação eficaz: O processo começa logo no ato da conversão. A Igreja deve ter uma equipe já preparada (Ministério da Consolidação) e as pessoas quando aceitam a Jesus devem passar pela sala da Consolidação para o preenchimento da ficha. Em seguida ser feita a Fonovisita em 24h, depois as Visitas de 48 a 72h. Aquelas que ainda não estão em Células devem ser conduzidas a uma Célula para ali receber comunhão, edificação e a atenção de um Líder. No período de consolidação deve ser aplicado os cursos do Discipulado de João, ou outro, de Batismo etc. O novo crente deve ser integrado ao Corpo de Cristo, ou seja, nas atividades da Igreja, como: nas Redes, nos Ministérios (louvor, dança, intercessão, hospitais, cadeias, socorros, Tabernáculo de Davi etc) nos cultos de celebração no templo e nas Células. Lá esta pessoa vai ser estimulada a ir para o Pré-Encontro (4 lições), Encontro (final de semana) e Pós-Encontro (6 lições). Após o Pós-Encontro termina a fase de Consolidação, considerando que aqui Deus já confirmou no coração do novo crente que este é o caminho que conduz para a vida eterna e que Deus plantou esta pessoa na sua Igreja para dar frutos. Então ela deve ser encaminhada para a próxima fase:
- TREINAR OU DISCIPULAR: Significa tornar apto para determinadas tarefas ou atividades, adestrar, praticar, dar preparo, discipular, capacitar (Gn 2.15-17, 19; 3.8 e 9)
Aqui é a ESCOLA DE LÍDERES.
a) Conceito: é a etapa responsável na formação que levará o discípulo a ser um novo líder.
b) Processo de treinar: após o Pós-Encontro segue-se à:
Escola de Líderes que é composta por 3 módulos com a duração de aproximadamente 9 meses a 1 ano.
Nesta fase é para o discípulo adquirir conhecimento, conforme II Tm 3.16-17, porque de acordo com o próprio slogan da CEO em Jo 8.32 é conhecendo a verdade que a pessoa vaisendo transformada, liberta e curada para ser um líder ou um ministro vencedor.
Após os 3 módulos, este discípulo já compreende o chamado de Deus para serví-lO. Já está dando fruto na Célula trazendo novas vidas para Cristo e ajudando o seu Líder para a multiplicação. Então ele será encaminhado para o:
Curso Timóteo que é um curso preparatório para passar pelo Reencontro, feito somente pelas pessoas indicadas pelo Líder de Célula. Neste ponto o Timóteo já deve freqüentar, junto com seu Líder, da Célula Fiel (Célula do Pastor com os Líderes).
Reencontro é sobrenatural, onde o Timóteo é formado e ungido “Líder” que vai multiplicar a Célula, cumprindo a Palavra do Senhor Jesus em Jo 15.8. Então este Líder passa para a próxima fase...
- ENVIAR: Significa designar, expedir, remeter, encaminhar, conduzir, mandar alguém em missão (Is 6.8; Mt 10.16; Mc 3.14, 15; 6.7; Lc 10.1-3); a visão de Deus é que alcancemos as nações (Sl 2.8; At 1.8).
a) Conceito: enviar significa liberar os discípulos para ganhar almas, abrir células, formar discípulos; enfim, começar novamente todo o processo da Escada do Sucesso com a nova Célula que foi multiplicada (Jo 17.18). Jesus formou 12 discípulos e os enviou. Neste degrau você também pode formar seus discípulos e os enviar.
Na “Escada do Sucesso” constam as últimas orientações de Jesus aos seus discípulos (Mt 28.19 e 20) que se resume em:
. Fazei discípulos é o Ganhar.
. Batizando-os é o Consolidar.
. Ensinando-os a guardar é o Treinar.
. O Ide é o Enviar.
Onde você está na Escada do Sucesso?
       Neste momento você está cursando a Escola de Líderes da CEO que compõe o degrau “TREINAR OU DISCIPULAR” que é o terceiro degrau da Escada do Sucesso.

VISÃO DA MULTIPLICAÇÃO
       Multiplicação é uma palavra que nasceu na mente de Deus. Ele nos abençoou com a multiplicação, por isso, há em nós capacidade de gerar muitas células. Deus deu uma ordem clara: multiplicai-vos. Não interprete apenas como procriação, Jesus tornou esta ordem mais clara “Fazei discípulos de todas as nações”. Multiplicação não é uma opção, mas uma ordem.
       A multiplicação nos dá autoridade, domínio (Gn 1.26; Ex 1.8-14). Uma igreja com 20 membros não causa impacto em uma cidade, mas com 1.000, 5.000, 10.000 ou mais discípulos, ela exercerá domínio.

FASES PARA MULTIPLICAÇÃO: Gn 1.28
- Fases para a Célula se Multiplicar:
1- Aprendizado: Primeiros meses: compartilhar – aprofundar relacionamentos – criar laços fortes.
2- Amor: Aproximar mais uns dos outros – termina os conflitos de relacionamentos.
3- Definir: Participação de cada um – qual a responsabilidade de cada um, como: louvor – recepção – oração – crianças etc.
4- Liberar: Com o envolvimento há mais evangelismo e necessidade de separação, ou seja, a multiplicação
5- Partir: É a preparação de um líder para sair com outro grupo – deve ser feita com cuidado para não romper amizades – relacionamentos mais chegados – manter contato com o grupo mãe.
-Como a Célula se Multiplica?: 1º- Ganhando o novo convertido; 2º- Consolidando e levando-o ao batismo; 3º Discipulando e preparando-o para ser um líder; 4º Enviando-o a liderar uma célula.
-Não se pode haver multiplicação de células sem a formação de LÍDERES. - Líderes Campeões são líderes motivados – líderes bem estruturados – Servos - Obreiros.

CONCLUSÃO
       A visão de Igreja de Jesus adveio do cumprimento do propósito original de Deus que é encher a terra, então, Ele reedita sua ordem autorizando e ordenando que a terra seja cheia de discípulos, conforme o seu padrão de discipulado (Gn 1.18 e Mt 28.19).
       A ordem de Jesus não é para fazer membros de igreja ou religiosos ou prosélitos, mas a ordem foi fazer discípulos (alunos, seguidores, imitadores, aprendizes etc) com o propósito claro de continuarem esse processo com outros.

Você entendeu essa nova missão para sua vida?
Você aceita o desafio?
Realmente quer se tornar um discípulo de Cristo?

Elaborado por: 
Pr. Silas de Souza Pedrosa
CEO/Baependi – MG
Agosto/2006.
Revisada e Atualizada em Julho/09
Bibliografia:
“A IGREJA EM CÉLULAS”- Larry Stockstill
“MANUAL DA DIVISÃO DE CÉLULAS” – Aluízio A. Silva
“Mod. 2 – Escola de Vencedores” – Sara Brasil Ed. e Prod.